Londres em bicicleta #inresidence #oakleyexperience

OakleyInResidence_London-42eu Sinto a inveja que posso acordar escrevendo este post, mas o meu trabalho é assim, garanto-vos que também tem seu lado ruim, mas isso me guardo, agora vos conto a minha última aventura.

Tive a oportunidade de desfrutar da experiência #inresidence com Oakley em Londres, uma idéia que une uen um workshop, um centro de encontro de ciclistas urbanos até agosto de 2015. Um lugar onde você pode arregOakley_IN-RESIDENCE-LONDON_Andrei-Burton-BMX-Collective_6-500x490lar, a sua bicicleta na oficina, assistir a uma palestra com ciclistas, customizar seus óculos oakley, tomar um café, assistir a filmes relacionados com o mundo ciclista, fazer cursos diversos, e tem até espaço para deixar a roupa e rolar em bicicleta na cidade. Se você passar por Londres este verão, é uma boa visita no 37-39 Exmouth Market, London EC1R 4QL.

Começaram em Los Angeles com o skate, e agora continuam com o ciclismo urbano, em Londres. Uma excelente e fácil para os ciclistas, curiosamente, porque pedalar por Londres tem um toque de loucura, muito oakley. Há que ter cuidado com o trânsito e a chuva, mas o sol britânico usava para nós.

IMG_7500A experiência não foi apenas esportiva, em conferência de imprensa, pude conhecer ciclistas do tamanho de Richie Porte, Victoria Pendleton, Juan Antonio Flecha, Chas Christiansen e Elizabeth Reeder, fotógrafos, como Scott Mitchell e designers de Oakley como Ryan Calillung. De todos eles, aprendi um pouco mais como grandes ciclistas e profissionais que são.

Eu fico com a lembrança e a conversa com a grande Victoria Pendleton, que com 2 medalhas olímpicas em quadra, uma celebridade britânica. Temo que, em Portugal, não a reconhecerão pela rua como aconteceu em Londres, onde a rua param.

IMG_7484Richie Porte já está quase OakleyInResidence_London-7recuperado de sua queda no Giro de Itália. Descobri que é viciado em café, pode tomar até 5 por dia, e confessa que, às vezes, a bicicleta é a sua desculpa para tomar cafeína!!! E que a recuperação de seu joelho, ele está servindo para testar novos exercícios e dieta sem glúten, de cara para o Tour de France.

Vitória me contou como foram seus começos, uma garotinha de bicicleta com seu pai, desejoso de ver mulheres com as quais compartilhar treinos, algo que é cada vez mais comum. E a vontade que tem de fazer projectos para que as mulheres façam mais esporte, especialmente

mark cavendish jawbreakerciclismo. É um turbilhão de ideias e de energia, o que se propõe consegue, e tem muito idiota, como a mulher atleta e profissional.OakleyInResidence_London_IntroTojawbreaker_ryancalilung_1_tn-150x150

A destacar jawbreaker_polished-white-jade-iridium_001_69361_png_heroo grande conhecimento de ciclismo de Ryan Calillung, “director of concept develoment’ em Oakley, que não só nos descobriu os óculos Jawbreaker e seu trabalho ‘lado a lado’ com Mark
Cavendish para criar o vidro perfeita para ciclistas. Também descobri que conhece perfeitamente a ciclistas europeus, tanto que pedi ouJawbone_racing_jacketn jogo, que me dissesse a quem conhecia de ciclistas com os que tínhamos jantarIMG_7385do ‘Test the Best’, vestidos de rua, já retirados da competição e com a família. E acertou a todos, começando pelo mais fácil, o grande Miguel Indurain, seguido de Chechu Rubiera que é conhecido nos estados unidos. EUA. como companheiro de Lance Armstrong, mas continuou com Joseba Beloki, de quem se lembrava de seu pesado queda no Tour e até me perguntou como ele se recuperou e chegou a Fernando Escartín, o que foi reconhecido por sua carreira como alpinista. Poucos aficionados do ciclismo espanhol jovens como ele passariam a prova. Vamos ver se acordam na foto!

Deixo-vos um mapa do tour por (IMG_7615IMG_7594é apreciado como uma anã em uma Trek, com o equipamento de East London Fix.

Vão Me passar o vídeo que fizeram-nos logo que tenha o passo para o blog.

Só me resta dizer que estou apaixonada por Londres, tanto que, no dia seguinte peguei a bicicleta de cortesia do hotel e fui de passeio turístico, aproveitando os truques para desenvolver-se para a esquerda e entre o tráfego de londres, que me ensinaram
os guias de East London Fix. Era um sonho qIMG_7596ue tinha de meu primeiro ano morando na Inglaterra, onde passamos um ano sem carro em Cambridge, cidade de luxo para ciclistas, mas nunca tive a fazer o mesmo em a ‘city’. Agora me parece uma boa opção para fazer turismo, em duas horas eu pude percorrer média Londres, aproveitando o tempo antes de ir para o aeroporto e o dia bom, sem chuva. Descobri um lado amável entre ciclistas urbanos, e uma cidade diferente da que eu conheço.

Deixo-vos o vídeo de jawbreaker da Oakley na pele de Mark Cavendish:

E outro vídeo compilação de vídeos em bicicleta, em Londres, para que possais imaginar a experiência:

Leave a Reply