O que você acha que vai passar, vai passar

Esse é o poder das expectativas. As expectativas é o que esperamos de nós e dos outros condicionam a forma que temos de nos relacionarmos.

Quando você espera coisas boas de você, você se torna alguém confiante, gentil e positivo consigo mesmo. E esta atitude é a que de uma forma determinante influencia seu jogo, em sua execução e, ao final, em seus resultados.

“Quando você espera coisas boas de você, você se torna alguém confiante, gentil e positivo consigo mesmo”

Muitas pessoas supõem que esperar coisas boas de um, e acreditar que é bom vai contra a humildade. Mas não é assim. A ciência demonstrou que estar focado nos erros, machacarte com seus fracassos, ser rígido e perfeccionista consigo mesmo, elevam os níveis de frustração, ansiedade e a probabilidade de cometer erros.

As pessoas são capazes de superar quando temos uma meta e quando somos plenamente conscientes de que recursos, capacidades, valores e talentos que temos para alcançar essa meta. Não basta ter um objetivo bem definido, ambicioso e motivante, mas que precisamos nos conhecer bem para saber como lutar e o que fazer para alcançá-lo.

Você precisa acreditar em seu talento e em todos os valores que o fazem brilhar. Precisa de esperar coisas boas de você, confiar em que você será capaz através de seu trabalho, de que os limites são apenas para cruzá-los e que, através de horas de treino e perseverança, a maioria de metas que estão ao nosso alcance. Mas só vai acontecer se você esperar coisas boas de ti.

5 Dicas para lidar com suas expectativas

“Se você quer alcançar um objetivo determinado, projeta o plano”

– Define o seu talento e os seus valores. O que é bom, que se dá bem, quais os valores que te ajudam a alcançar os seus objetivos? E trabalha na linha de o que você quer conseguir. Se você deseja alcançar um determinado objetivo, projeta o plano de quem o vai conseguir, não de quem tem dúvida em fazê-lo. Não se limite, confia em ti. Haverá tempo para corrigir. Se você começar a meio gás, com desculpas, com essa humilde prudência, não chegará a nada. Age como se fosse capaz de obtê-lo.

– Não lhe pontapés de ponta para todos os erros. Como já sabemos que fazem parte do aprendizado, acéptalos e deixe-os estar. Retira-se a informação de que, para aprender com eles, mas não para se sentir mal. Se lhes prestar atenção a mais, você estará mais pendente deles que seus acertos, e os acertos são as expectativas que nós esperamos.

– Pergunte a si mesmo: Onde posso chegar? Não fique com o que você é agora, ou você tem, se o seu desejo é melhorar. Agora corre, em média, determinada, mas gostaria de correr mais rápido? , você não se vê capaz? Se você não se vê capaz de não invertirás tempo nem esforço em outro tipo de treinamento ou nem sequer buscarás com um profissional como melhorar. Darás por sentado que o que você tem é seu máximo e ato, como se esta premissa fosse verdadeira. Não. Tenha curiosidade por saber o que mais se pode fazer, e atua.

Reafírmate: “eu Sou bom, forte e capaz, e sei”

– Confia no efeito placebo. Li uma vez um artigo em que relatavam a história de uma paciente internada em um hospital. Ouviu uma conversa com seu médico sobre uma paciente terminal e pensou que se referia a ela. Por mais que o médico tentou convencê-la de que não falava com ela e que se tratava de outra paciente, a mulher não acreditou e morreu. Eu não comprovada, este experimento com outra fonte de informação, mas de ser verdadeira a história, é chocante. O efeito placebo é espetacular e vocês não podem nem imaginar a força que tem a sugestão no nosso cérebro.

– Créete os elogios que lhe dizem os outros “você é bom, o que força de vontade, pois eu gostaria de fazer o que tu fazes”. Não lhes perdoes valor e tome-os como um empurrão para seguir em frente nesta linha.
Para a maioria das pessoas quando lhes dá um comprimido para a dor, o que lhes tira a dor, mesmo quando a coleta é feita de açúcar. Não ningunees o poder da mente.

– Reafírmate: “eu Sou bom, forte e capaz, e sei”. E você tem que repetir. A aprendizagem é uma parte significativa (necessita entender o que está aprendendo), mas uma outra parte importante é baseada na repetição. Não deixe de animá-lo com pensamentos motivadores e positivos. Os pensamentos dos escolher, tu, e os limites e as expectativas também.

Tal como disse Henry Ford, “se você acha que pode, você está certo”.

Leave a Reply