Os conselhos do grande Martin Fiz para a Behovia

Poucos atletas merecem mais nossa admiração que Martín Fiz. Quando foi profissional (ativo esteve e sempre estará) conseguiu chegar campeão do mundo de maratona quando isso parecia que era impossível para um menino de Vitória contra os africanos.

Agora, com a barreira dos cinquenta anos atrás, Fiz segue dando exemplo de entusiasmo pelo esporte. O domingo em Nova York, que marcou 2h 34′ 33″, primeiro lugar tanto na categoria de mais de 45 anos de 55 anos. Impressionante a sua qualidade e também a coragem que lhe segue lançando agora que o faz por puro prazer, sem dinheiro de prémios de por meio.

Para todos os que vão correr a Behovia, Martín, que estará lá à frente dos Running Fiz de sua loja vitoriana, deixou um monte de dicas em sua página de facebook que devido ao seu grande interesse reproduzimos aqui. ¡Sorte a todos e a desfrutar dessa prova única, que é a Behovia-San Sebastián”

fiz

“De acordo com os estudos meteorológicos, neste domingo, a corrida Behobia, vamos ter um dia muito bom para passear pelo passeio da Concha, mas não tão bom como para correr a partir Behobia a San Sebastián, em um percurso sinuoso de 20 quilômetros. Além disso, vamos ter vento contra, o vento é bom, porque resfria mas por outro lado, realentiza o ritmo.

Domingo, dia 8 de Novembro: Behobia & San Sebastian:
Temperatura Mínima: 15º C
Temperatura Máxima: 24ª C
Vento: 32 Km/h.

Como já não há volta de porca e, além disso, nos preparamos bunda e temos uma boa condição física, só me resta fornecer-lhes uma série de dicas:

– Roupas de correr: T-shirt de cores claras. Viseira e se te incomodam os raios solares, o uso de óculos.

– O gel e Liquido: Tomar Géis, mas evite os que contenham cafeína. A cafeína é um diurético e acelera a perda de líquidos, o que pode causar problemas musculares (espasmos e cólicas). Se você ingerir algum Gel com cafeína, faça-o quando te deixarei ficar alguns poucos quilômetros.
– Bebe durante o curso. Em cada abastecimento, pegue a bebida que te oferecem. Bebendo a goles e se é água, o que você usa para refrescar: Pescoço e a nuca.

Contra o vento: Correr em grupo.

A meteorologia do dia da corrida, pode condicionar muito o desenvolvimento de uma prova tão dura como a Behobia-San Sebastián, contribuindo, em grande medida, do esforço de cada corredor e podendo, em alguns casos, causar problemas de saúde.

As piores condições meteorológicas para a saúde do corredor se dão quando se combina uma alta temperatura, próxima dos 20 graus celsius e a umidade também alta, próxima de 100%, isto é, com o ar saturado de água. Nestas condições, a transpiração do corpo é elevada, a evaporação do suor diminui e se perde sem que seja útil para diminuir a temperatura corporal, fazendo com que as necessidades seriam ainda maiores. Soma-Se a isso que a sensação de sede se atenua com a umidade, o que provoca uma maior desidratação”

Leave a Reply